Novidades

Localização actual:Fundação MacauAgenda de ActividadesChefe do Executivo reuniu-se com os membros do Conselho da Cultura e História(Tradução GCS)

Chefe do Executivo reuniu-se com os membros do Conselho da Cultura e História(Tradução GCS)

10/08/2017 19:48:53

Fonte : Gabinete do Chefe do Executivo

O Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Chui Sai On, teve, hoje (10 de Agosto), uma reunião de trabalho com os membros do Conselho da Cultura e História da Fundação Macau (FM), na qual trocaram opiniões e auscultou a apresentação do plano de trabalho para a divulgação da história e cultura chinesa.

Chui Sai On começou por agradecer aos membros por integrarem o Conselho, demonstrando o seu apoio aos trabalhos nacionais e regionais no empenho de divulgar e dar a conhecer a história e a cultura china, e ainda em contar bem a história da diversificação cultural de Macau. Garantiu que o Governo da RAEM irá apoiar ao máximo os trabalhos do Conselho.

Por sua vez, o presidente do Conselho, Wu Zhiliang, agradeceu a atenção e orientações do Chefe do Executivo aos membros, e apresentou os trabalhos e os planos a serem concretizados. O mesmo apontou que o Conselho irá concentrar-se em quatro vertentes, nomeadamente na transmissão e promoção, a acções de formação, estudos e publicações, a cooperação, com o objectivo de Macau iniciar de forma eficiente os trabalhos de estudo e transmissão da história e cultura da China e de Macau, reforçar o ensino nestas áreas junto da população, nomeadamente dos jovens, aumentar a confiança, o orgulho na história, o reconhecimento do País e da Nação.

Revelou que o Conselho irá organizar, em breve, palestras para intercâmbio, com o intuito de auscultar as opiniões de diversos sectores da sociedade. Acrescentou estar-se a planear a organização de palestras, acções de formação, visitas, fóruns temáticos, concursos de conhecimentos e de oratória, e ainda o lançamento de publicações, de forma a criar uma relação dinâmica de cooperação com a China Interior e outras regiões do mundo. O Conselho pretende ainda cooperar com associações e entidades académicas locais, reforçando os factores históricos e culturais nos projectos co-organizados e apoiados pela Fundação Macau.

Entretanto, o Chefe do Executivo apontou atenção do governo à história e cultura, nomeadamente no que diz respeito ao conhecimento correcto por parte da nova geração sobre a história, cultura e situação nacional. Salientou a atenção do líder do país ao crescimento e desenvolvimento dos jovens, ao reforço e continuidade do princípio “amar Pátria, amar Macau”, à salvaguarda do princípio “um país, dois sistemas”, bem como, ao desenvolvimento sustentável e manutenção da harmonia e estabilidade da RAEM.

O mesmo responsável acredita que o plano do Conselho neste âmbito poderá aumentar e aprofundar o conhecimento dos jovens, reforçar o conhecimento destes sobre o país e a nação, através da divulgação e transmissão, por vários meios de comunicação, intercâmbio académico e visitas, da história e cultura, criando um sentimento de confiança e o orgulho nos jovens, e assim estabelecer a base para a continuidade do princípio “um país, dois sistemas” em Macau, bem como o seu desenvolvimento.

Os membros do Conselho manifestaram estar de acordo com a vertente dos trabalhos, garantindo esforçarem-se com FM para concretizar todos os planos.

O Conselho da Cultura e História é uma entidade de cariz consultivo criada dentro da FM, com o objectivo de proporcionar ideias e sugestões sobre os trabalhos de divulgação e promoção da história e cultura. O Conselho é também um órgão de trabalho para promover organizações e associações a que os membros pertencem, bem como unir e coordenar mais grupos em prol dos trabalhos destas duas áreas.

No encontro estiveram ainda presentes a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, O Lam, os membros do Conselho da Cultura e História, Lei Heong Iok, Zhong Yi Seabra de Mascarenhas, Ho Sio Kam, Chow Pak Fai, Mok Chi Wai, Lo Iek Long, Hao Yufan e Lin Guangzhi.